Salto para o Futuro: A vida depois do Zika

Home MECSalto para o Futuro: A vida depois do Zika

Salto para o Futuro: A vida depois do Zika

Programa debate as políticas públicas voltadas para crianças com microcefalia no Brasil

Dados do Ministério da Saúde confirmam 2.753 casos de crianças com microcefalia, no período entre 2015 e maio deste ano, e mais de 13 mil notificações de casos suspeitos. Dois anos depois do início da epidemia do vírus Zika no Brasil, milhares de crianças com microcefalia chegam ao início da idade escolar e necessitam de políticas públicas específicas para que possam ter uma vida com qualidade.

O Salto para o Futuro desta semana, com exibição na quarta, 2/8, às 19h, na TV Escola, discute as ações e estratégias públicas voltadas para crianças com microcefalia no Brasil. Conduzido por Bárbara Pereira e Murilo Ribeiro, o programa debate o tema com Sandra Venâncio, pesquisadora da Escola de Saúde Pública da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Lenaura Lobato, pesquisadora e professora da Universidade Federal Fluminense (UFF), Soraya Fleischer, pesquisadora e professora da Universidade de Brasília (UnB) e Ana Cláudia Rodrigues, professora das Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e coordenadora de uma pesquisa que está mapeando no estado, região com alto índice de registros de microcefalia no país, como está a vida dessas crianças.

O programa analisa também a decisão do Ministério da Saúde em decretar o fim das ações emergenciais em relação à epidemia. “Quando o estado brasileiro retira a questão da emergência da epidemia do zika dá para a sociedade a noção de que o problema já passou”, afirma a pesquisadora Sandra Venâncio.

Para a professora da Universidade Federal Fluminense, Lenaura Lobato, políticas públicas para as crianças com microcefalia não podem prescindir de ações voltadas à família. “Em relação às crianças é, principalmente, uma ação voltada à saúde. Mas é fundamental não esquecer da assistência em relação às famílias”.

Salto para o Futuro é produzido pela Roquette Pinto Comunicação Educativa e transmitido pela TV Escola e pela TV INES. No ar há 25 anos, em cada programa um tema relacionado ao universo da educação é debatido pelos apresentadores, especialistas e personalidades. O programa também responde perguntas dos espectadores, enviadas através das redes sociais da TV Escola (Facebook e Twitter). O programa também está disponível no portal da TV Escola na internet (tvesco.la/salto2017)

ASCOM Roquette Pinto
Verônica Cobas – veronicacobas@roquettepinto.org.br (21)3282-6777
Rafael Lima – rafaellima@roquettepinto.org.br (21)3282-6634

Roquette Pinto