De forma divertida, Fê explica a diferença entre empréstimo e financiamento

Home R$100 NeurasDe forma divertida, Fê explica a diferença entre empréstimo e financiamento

De forma divertida, Fê explica a diferença entre empréstimo e financiamento

A Fê está radiante: o pai decidiu ajudá-la a comprar um celular. Com um pequeno detalhe: ela terá que devolver o investimento. Uma das opções da youtuber é pedir ao pai que trate a dívida não como um empréstimo, cujos juros são maiores, mas como financiamento.
Sua primeira sensação é de que, com o que ganha, só vai conseguir terminar de pagar em milhões de prestações. Ainda mais se ela seguir a sugestão da avó e comprar um celular top de linha. Para minimizar o problema, Fê decide fazer pequenos trabalhos para aumentar seus ganhos como levar o cachorro do vizinho para passear, lavar o carro do pai, ser babá, etc.
Consciência financeira é o desafio da personagem Fê, estrela da série R$100 Neuras, exibida todas as quintas, às 18h30, na TV Escola, e em tempo real no portal tvescola.mec.gov.br. Os episódios, logo após a exibição na TV, ficam disponíveis também no site vidaedinheiro.gov.br e no canal do You Tube da TV Escola.

Resultado da parceria entre a TV Escola/MEC e a Associação de Educação Financeira – AEF-Brasil, a websérie de 13 episódios estreou em 10 de agosto. Exibidos todas as quintas-feiras, os episódios, são estrelados pela atriz Raissa Venâncio e dirigidos por Renato de Paula. Com linguagem descontraída, R$100 Neuras narra o dia a dia da youtuber Fernanda, que vive no país fictício “Perrenguistão”. Ela relata seus desafios com a gestão das despesas, sugerindo dicas para uma administração adequada do dinheiro. A proposta é se comunicar e interagir com o jovem na linguagem que ele realmente entende e impactá-lo para que comece a ter maior intimidade com temas como planejamento, controle de gastos, renda e poupança.

Sobre a AEF- Brasil e a ENEF

A AEF – Associação de Educação Financeira do Brasil tem como principal foco de atuação a promoção e fortalecimento da causa da educação financeira em todo o país. A Instituição desenvolve tecnologias educacionais e sociais que visam despertar no cidadão brasileiro um comportamento financeiro saudável e consciente. Entre os projetos de destaque estão programas de educação financeira voltados a crianças e jovens dos Ensinos Médio e Fundamental, além de projetos com foco em adultos que beneficiam, sobretudo, mulheres e idosos. O programa voltado ao Ensino Médio, por exemplo, já foi aplicado em escolas de cinco Estados e no Distrito Federal e, de acordo com avaliação do Banco Mundial, gerou um aumento da capacidade dos jovens de adotar práticas financeiras mais conscientes.

A AEF é uma OSCIP criada para executar a Estratégia Nacional de Educação Financeira – ENEF, uma política pública lançada em 2010 com a finalidade de disseminar a educação financeira junto à população. A Instituição foi constituída e ainda hoje é mantida por quatro importantes instituições do sistema financeiro nacional: ANBIMA – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais; BM&FBOVESPA – Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros; CNSEG – Confederação Nacional de Seguros Privados e FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos. Todas elas são membros do CONEF – Comitê Nacional de Educação Financeira. São parte do CONEF: Banco Central do Brasil, Comissão de Valores Mobiliários, Superintendência Nacional de Previdência Complementar, Superintendência de Seguros Privados, Ministério da Justiça e Cidadania, Ministério da Educação, Ministério da Fazenda, ANBIMA, B3, CNseg e FEBRABAN.

ASCOM Roquette Pinto
Verônica Cobas
veronicacobas@roquettepinto.org.br – 21 3282-6777
Rafa Bernardo Lima
rafaellima@roquettepinto.org.br – 21 3282-6634

Roquette Pinto