Cadastro Hora do Enem

Home Cadastro Hora do Enem

Hora do Enem

Cadastramento de instituições parceiras


CARTA CONVITE

Acordo de cooperação técnica para produção de programa televisivo
“HORA DO ENEM”

A Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Roquette Pinto), gestora da produção e operação da TV Escola/MEC, convida instituições de ensino médio e/ou instituições especializadas na preparação de alunos para as provas do ENEM a colaborarem na realização do projeto Hora do ENEM.

A parceria se dará por meio de um acordo de cooperação técnica e prevê o envolvimento de instituições que se apresentarem para cessão gratuita de videoaulas que deverão compor uma série de programas de televisão com distribuição via TV Escola e suas plataformas on line, além de TVs Universitárias e outras plataformas.

O cadastramento das instituições interessadas em participar do Projeto Hora do ENEM será feito pelo site roquettepinto.org.br/horadoenem.

Agradecemos desde já aos futuros parceiros.

Atenciosamente,

Mônica Gardelli Franco
Diretora-Geral

Sobre a Roquette Pinto

Sobre a Associação de Comunicação Educativa Roquete Pinto – Roquette Pinto

“Comunicar para educar”

Há 93 anos a Roquette Pinto contribui para a melhoria da qualidade da educação no Brasil utilizando os meios de comunicação.

Foi assim quando fundou a primeira emissora de rádio no Brasil em 1923, atual rádio MEC, depois através do cinema, realizando filmes educativos na década de 40, finalmente produzindo programas para a televisão, e com isso recebeu a concessão do canal 2 da TVE do Rio de Janeiro. Outros canais se incorporaram a essa história: a TV Escola e a TV INES, cujas iniciativas e produtos são reconhecidos e premiados no Brasil e no exterior.

Em 1998 a então Fundação Roquette-Pinto passa a ser a Organização Social ACERP, agora Roquette Pinto, que manteve a realização das suas atividades no campo da comunicação educativa, em especial, atendendo ao Ministério da Educação na produção e operação da TV Escola. A partir de dezembro de 2014, o Decreto 8.385/14, atribui ao MEC a supervisão das atividades definidas pelo decreto, e ratificadas pelo contrato de gestão, que assim se descrevem: “Apoio à implementação das políticas de melhoria da qualidade da educação brasileira, mediante o fomento à execução de atividades de produção, gestão e distribuição de conteúdos educativos em diversos formatos e acessíveis em múltiplas plataformas, sobretudo televisão e internet; de pesquisa na área de inovação e desenvolvimento de tecnologias educacionais; e de formação e capacitação continuada de professores, técnicos e gestores educacionais.”

Atualmente, além da presença na TV aberta e por assinatura, os conteúdos –gerenciados por essa instituição –, são distribuídos em novas plataformas por meio de dispositivos móveis, como tabletes e smartphones, e nesse momento desenvolve pesquisas de produção com a tecnologia de realidade virtual.

E na perspectiva de que seus conteúdos educativos estejam de fato disponíveis a todos, sem exceção, a Roquette Pinto é pioneira em iniciativas de acessibilidade para pessoas surdas, operando a primeira TV com programação 100% acessível para essa população, e se prepara para o desenvolvimento de audiodescrição, ampliando o acesso das TVs para pessoas cegas.

Hoje, cerca de 45 milhões de domicílios no Brasil recebem nossa programação, 24 horas por dia, 365 dias por ano, destacando cerca de 10 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência auditiva.

Por meio destas ações, seus canais e suas plataformas a Roquette Pinto tem trabalhado no desenvolvimento de projetos, programas e tecnologias para educar, reforçando a cada dia o ideal de Roquette Pinto de uma comunicação a serviço da educação.

Sobre a TV ESCOLA

A TV Escola é um canal de televisão do Ministério da Educação que capacita, aperfeiçoa e atualiza educadores da rede pública desde 1996. Sua programação exibe, nas 24 horas diárias, séries e documentários estrangeiros e produções próprias.

Os principais objetivos da TV Escola são o aperfeiçoamento e valorização dos professores da rede pública, o enriquecimento do processo de ensino-aprendizagem e a melhoria da qualidade do ensino.

Entre as possibilidades de uso da TV Escola nos contextos educacionais destacam-se o apoio ao desenvolvimento profissional de gestores e docentes (inclusive preparação para vestibular, cursos de progressão funcional e concurso público); à dinamização das atividades de sala de aula; à preparação de atividades extraclasse; à recuperação e aceleração de estudos; à utilização de vídeos para trabalhos de avaliação do aluno e de grupos de alunos; à revitalização da biblioteca e aproximação escola-comunidade.

É uma plataforma de comunicação baseada na televisão e distribuída também na internet. Na televisão, ela é distribuída por satélite aberto, analógico e digital, para todo o território nacional, atingindo 15 a 20 milhões de antenas parabólicas. Além da distribuição por satélite aberto, a TV é distribuída pelas operadoras de TV por assinatura. Usuários de SmartPhones e Tablets também podem acessar o sinal da TV Escola ao vivo através de nossos aplicativos para aparelhos com sistema iOS e Android.

Estima-se um público potencial neste segmento de cerca de 18 milhões de assinantes. O sinal da TV Escola está também disponível simultaneamente na internet, no portal tvescola.mec.gov.br.

Cerca de 50 mil escolas brasileiras têm antenas e televisores instalados para recepção da TV Escola. Em consórcio com as emissoras públicas do Brasil, a TV Escola já está sendo distribuída na rede pública do Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre – SBTVD-T, por radiodifusão de transmissão terrestre, em regime de multiprogramação, em Brasília e no Rio de Janeiro e em breve, nas 27 capitais do Brasil para posteriormente alcançar as 229 maiores cidades brasileiras.

Sobre a Hora do ENEM

O projeto Hora do ENEM é composto por um conjunto ações articuladas entre parceiros estratégicos como MEC (INEP, SEB e Universidades Federais), CONSED, UNDIME, SESI, TVs públicas e Universitárias que mobilizam estratégias e recursos integrados com o objetivo de auxiliar os estudantes do Ensino Médio na preparação para esta etapa da sua formação escolar/acadêmica e que marca o futuro de sua atuação profissional. O projeto tem por objetivo oferecer, principalmente aos estudantes da rede pública de ensino, recursos e subsídios que possam colaborar para seu sucesso, contribuindo na organização do seu plano de estudo para a realização das provas, além de apoiá-los com informações complementares que ajudem nas tomadas de decisões com relação aos cursos/universidades a serem escolhidos.

O público-alvo do projeto tem o potencial de atender a todos os interessados em prestar o ENEM, mas é voltado prioritariamente aos estudantes do 3º ano do Ensino Médio da rede pública:
• 1 milhão e 900 mil estudantes do Ensino Médio das Escolas públicas serão mobilizados diretamente, público preferencial
• 8 milhões de inscritos aproximadamente, público potencial
• Professores de ensino médio e cursos preparatórios de acesso ao ensino superior, público complementar
A principal divulgação e distribuição do conteúdo ocorrerá pela TV ESCOLA, o Canal do Ministério da Educação, com alcance de:
• 45 milhões de lares atendidos por parabólicas e por todas operadoras de TV
• TV Escola Digital aberta, canal 2.1 Brasília e 2.3 RJ
• Usuários do Portal do MEC
• Usuários do Portal da TV Escola
• Aplicativos para vídeo sob demanda

Contará com a também com a retransmissão por TVs Públicas Estaduais, TV Universitárias, TV Brasil e NBR.

Complementar ao Programa de TV Hora do ENEM, que terá exibição diária, o projeto Hora do ENEM lançará mão de uma série de ferramentas de apoio educacional: plataforma de aprendizagem adaptativa personalizada, hot site, redes sociais e boletins informativos.

Sobre o Programa de TV - Hora do ENEM

O Programa de TV Hora do ENEM será um programa diário de 26’ de arte distribuídos em 3 blocos de aproximadamente 8’ cada bloco. Cada programa será composto de apresentação de casos de sucesso, entrevistas com especialistas, informações atualizadas sobre os exames, dicas e orientações sobre cursos, universidades e o exame e 2 videoaulas com foco na resolução de questões do ENEM de edições realizadas até 2015.

O lançamento do programa está previsto para a data da publicação do Edital do ENEM-2016 (previsto para abril) e será exibindo ainda até 2 semanas após a aplicação do exame (prevista para o final de outubro). Terá 1 exibição inédita, mais 1 reapresentação diária, de 2ª a 6ª feira. Aos sábados está programada a reapresentação de todos dos programas da semana sequenciados: a maratona Hora do ENEM. Cada dia da semana será dedicado a uma área do conhecimento e às sextas feiras o programa será dedicado à temática Redação.

Uma equipe multidisciplinar de especialistas fará a curadoria, levantamento de pautas, informações relevantes de conteúdo e, entre outras demandas, subsidiará a seleção de questões dos últimos exames para desenvolver e discutir seus principais pontos a partir de critérios estabelecidos conjuntamente com a equipe gestora do projeto.

Formato do programa

Primeiro Bloco
• O apresentador e o especialista dialogam e trazem:
° Informações sobre atualidades: temas que ampliem o repertório de conhecimentos do estudante para uma visão de mundo crítica e ampliada (temas “quentes”)
° Orientações sobre estratégias de estudo
° Orientações sobre estratégias de interpretação das questões e das alternativas
° Apresentação das análises do perfil desempenho dos estudantes nos exames e nos simulados
° Orientações sobre o edital ENEM
• 1ª questão do ENEM – “videoaula”

Segundo Bloco
• 2ª questão do ENEM – “videoaula”
• Comentário do especialista: onde os estudantes encontram mais dificuldade com relação à resolução deste tipo de questão
• Conteúdo complementar “saiba mais”

Terceiro Bloco
• Entrevista com:
° estudantes que estão se preparando ou foram bem sucedidos nos exames anteriores
° professores/reitores das universidades
° especialistas em exames

Formato das videoaulas

As videoaulas serão focadas na resolução de questões do ENEM de edições já realizadas. São apresentadas por um professor, especialista em determinada área do conhecimento, que resolverá a questão, de modo a ampliar o repertório do estudante para que o conhecimento gerado possa ser aplicado em outras circunstâncias. É desejável que se utilizem recursos audiovisuais como videografismo, imagens de acervo documentais ou videográficos, jogos e simulações que contribuam para o entendimento e absorção do conhecimento a partir da questão apresentada.

A depender da quantidade de instituições que se candidatarem para a parceria, as videoaulas poderão ser distribuídas de modo que cada instituição possa ficar responsável pela produção de uma área do conhecimento, ou componente curricular relacionado à:
• Linguagens, Códigos e suas tecnologias
• Ciências da Natureza e suas tecnologias
• Matemática e suas tecnologias
• Ciências Humanas e suas tecnologias
• Redação

Cada videoaula deverá ter entre cinco e seis minutos de arte. A expectativa de produção para cada área de conhecimento é de aproximadamente 52 videoaulas. Esse número poderá oscilar em 10% para mais ou para menos, a depender do período de exibição do programa.

Atribuições da Roquette Pinto / TV Escola

• Coordenar e realizar do projeto
• Produzir a série de programas de televisão com “quadros” em formato de “videoaulas” e entrevistas com professores e especialistas
• Produzir a série de boletins informativos com formato de interprogramas, de até três minutos, com exibição randômica na grade da TV, dando dicas, informações sobre universidades e cursos, entre outras
• Disponibilizar recursos de acessibilidade para os programas e boletins – legenda oculta (closed caption)
• Disponibilizar todos os programas na plataforma VOD da TV Escola – formato vídeo sob demanda com os programas na íntegra ou divididos em blocos, e oferecer, ainda, videoaulas extras
• Veicular os programas e os boletins através da TV Escola e outras emissoras parceiras
• Desenvolver e manter o Hot Site do projeto – Espaço web onde os estudantes poderão localizar todos os materiais citados ou referenciados no programa e estabelecer interação com o programa
• Publicar conteúdos complementares e divulgar o projeto nas mídias sociais – Espaço virtual utilizado para a divulgação do projeto, mobilização da participação e notícias
• Apoiar os parceiros nas orientações para a realização das videoaulas

Atribuições das Instituições Parceiras

• Indicar os (ou equipe de) especialistas/professores da instituição para atuarem como os responsáveis pelo conteúdo e apresentação da videoaula.
• Participar das reuniões gerais de conteúdo para definição dos critérios para seleção das videoaulas que poderão ocorrer em Brasília ou Rio de Janeiro
• Produzir(*) videoaulas para compor o Programa de TV Hora do ENEM no formato, quantidade, padrões técnicos para exibição em broadcast (especificados em anexo) e artísticos a serem estabelecidos em conjunto com a Roquette Pinto/TV Escola, que oferecerá um pacote gráfico para ser produzido e aplicado pelas instituições no cenário, materiais de arte e na finalização das videoaulas
• Cumprir rigorosamente o cronograma de produção e entrega das videoaulas a serem estabelecidos conjuntamente entre todas as instituições, para que não haja prejuízo na finalização do programa Hora do ENEM e na realização do projeto
• Enviar as videoaulas prontas para exibição por FTP, Wetransfer ou outro meio digital acordado com a Roquette Pinto obedecendo os prazos e todas as especificações técnicas de áudio e vídeo
• Garantir o rigor científico, tecnológico, ético e estético do conhecimento abordado nas videoaulas
• Garantir os direitos autorais, conexos e de imagem de todo o conteúdo e profissionais envolvidos na produção e finalização da videoaula
• Ceder as videoaulas de forma não onerosa para a Roquette Pinto/TV Escola para exibição em todos os canais e plataformas de distribuição utilizados pelas transmissoras e retransmissoras do projeto

(*)Não é necessário que a instituição tenha uma unidade de produção audiovisual. A mesma poderá apresentar outra proposta para produção das videoaulas. A Roquette Pinto/TV Escola se dispõe ao diálogo de orientação à produção que melhor possa atender aos objetivos do projeto.

Contrapartida às instituições pela participação no projeto

As instituições que se oferecerem a participar do projeto terão direito à:
• Inserção da logomarca e nome da instituição nos créditos finais de todos os programas
• Inserção na tarja de crédito do nome, área do conhecimento ou componente curricular e instituição de atuação do professor durante a exibição da videoaula
• Inserção em tarja de crédito com o nome da instituição durante a exibição da videoaula indicando a realização ou termo similar
• Destaque da logomarca da instituição como apoiador do projeto Hora do ENEM no Hotsite e plataformas.
• Destaque da logomarca da instituição em todo material de comunicação e divulgação do Projeto Hora do ENEM
• Inserção da logomarca junto aos parceiros nas chamadas do programa.
Considerando o início do projeto para abril estima-se que o programa tenha 380 exibições (inéditos + reapresentações).

Pré-requisitos para participação como instituição parceira

• Escola, curso ou cursinho preparatório para estudantes do ensino médio, apta para preparação dos alunos a prestarem a prova do ENEM em 2016
• Ter política de atendimento à estudantes de baixa renda ou egressos de escolas públicas
• Ter mestres ou doutores entre os membros de seu corpo docente/gestor

Instrumento a ser firmado entre as instituições parceiras e a Roquette Pinto
O instrumento que embasará juridicamente essa parceria será um ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA, bilateral, a ser assinado entre a instituição parceira e a Roquette Pinto e não envolverá repasse de recursos entre nenhuma instituição.

Os termos do acordo serão definidos conjuntamente entre as instituições.

Cadastramento

Clique aqui para cadastrar sua instituição.

Roquette Pinto